domingo, 25 de novembro de 2012

A Essencial e Difícil Arte de se Ler Código

Nas minhas andanças pela internet encontrei um artigo bem interessante chamado:
Most Programmers Can't Read Code

Ou seja "A maioria dos programadores não conseguem ler código". Na verdade o que o autor do artigo realmente enfatiza é que a maioria dos programadores não conseguem ler código e compreendê-lo de modo efetivo.

No artigo são citadas várias razões para esta conclusão como a percepção de que é mais fácil escrever código do que lê-lo. Ou que na hora de se ler o código temos que manter muito mais coisas em nossas mentes como as varáveis, estruturas de dados e o design do código em geral. Ainda temos o caso onde a diferença de experiência entre o programador que escreveu o código e o programador que está lendo-o entra em jogo.

Eu realmente acho a atividade de se ler código legado, ou seja, código que não foi escrito por você ou que você escreveu a mais de uma semana, muito difícil de ser dominada de modo efetivo. Quando eu encontro um trecho de código que acho particularmente difícil de se compreender, seja por eu não se tão esperto quanto o cara que o escreveu ou o contrário, eu sempre achei a ajuda de debuggers providencial. A possibilidade de se ver a execução das instruções linha por linha, acompanhar as mudanças nos valores de variáveis e também acompanhar o fluxo de execução torna a carga mental muito mais amena. Não importa qual linguagem de programação você usa, aprenda a usar um debugger para ajudá-lo nestas horas. E claro, pratique suas habilidades lendo muito código!

E você? Tem alguma técnica particular que usa na hora de ler código?

Nenhum comentário:

Postar um comentário